domingo, 3 de maio de 2009

EU SOU!!!


Eu sou aquele de um corpo franzino
Sou uma mente sonhadora e chorosa
Sou a verdade contida em um menino
E a mentira escondida em uma rosa

Eu sou o grito contido da loucura
Eu sou a faca que corta minha garganta
Eu tenho a força de uma velha carranca
E a fraqueza de um novo suicida

Eu trago a força de uma raça guerreira
E as costas Lapeadas de chibata
Eu sou o pão repartido em santa ceia
E aquela fome que maltrata e que mata

Eu sou cruz na porta de uma casa
E a macumba preparada na esquina
Eu sou a mão que reza em devoção
E a mesma mão que mata e assassina

Eu sou a flor que perfuma tua casa
E mesma que ornamenta teu caixão
Eu sou o bêbado deitado na esquina
Para quem sabe não ver a escuridão

Eu sou o homem que prega revolução
E o mesmo homem que dirige a ditadura
Eu sou aquele que aplaude a decisão
E aquele mesmo que cava a sepultura

Eu sou a paz que não vive sem a guerra
Sou a mentira que não existe sem verdade
Eu sou aquele que odeia e se apaixona
E que esquece sua própria vaidade

Sou Dionísio e o mesmo Jesus cristo
Sou o africano rezando para Buda
Sou aquele que diz é 10%
E o mesmo que diz só cristo ajuda

Eu sou um homem preso no hospício
Que existe dentro da sua cabeça
Pois seus sonhos são as suas amaras
E da loucura espero que eu padeça.
EU, EU SOU!!! E VC?

( Emanuel Coringa)

Um comentário:

Brenda disse...

Eu literalmente ameii!
poesia linda,tocante e profunda
vc tem nas mãos o dom de escrever!
parabens!continue assim, a nos encantar com suas belas palavras!
beejiinho's :)